Como reduzir os custos tributários na minha empresa?

Como reduzir os custos tributários na minha empresa?
Tempo de leitura: 3 minutos

Você gostaria que fosse possível a redução da carga tributária na sua empresa sem que seja necessário infringir alguma Lei?

Empreender não é uma tarefa fácil. São muitas as dificuldades encontradas por empresários para a abertura do seu negócio e principalmente sua sustentabilidade.

Por isso, é cada vez maior o interesse dos empresários em manter boas práticas de atuação no mercado. Isto é, agir com ética e transparência, de forma a elevar a reputação do empreendimento perante seus clientes, fornecedores e para a sociedade como um todo.

Neste mesmo sentido, também é grande a preocupação pela manutenção da sustentabilidade da empresa, tendo em vista a atual ocorrência de crises nas esferas política e econômica no país. Todos os encargos cobrados pelo governo podem, em dado momento, se tornar um grande fardo para o orçamento da corporação, caso não haja planejamento estratégico, e levar ao encerramento das atividades pela incapacidade de sustentá-los.

Estima-se em 34% a média de porcentagem que o grande empresário repassa à administração pública sob os lucros angariados da sua atividade. E esse montante pode ser ainda maior a depender das questões relacionadas aos direitos trabalhistas dos empregados.

 

redução da carga tributária

 

Como seria possível, então, conciliar a redução da carga tributária da empresa com ética e transparência?

Uma das alternativas de redução da carga tributária para empresas é o incentivo fiscal. Além de reafirmar seu compromisso com o bem-estar da comunidade na qual está inserida, esta prática funciona como uma boa estratégia de marketing e, consequentemente, eleva o reconhecimento do negócio perante o público.

Vamos saber um pouco mais sobre incentivo fiscal e redução da carga tributária.

 

O que é incentivo fiscal?

Os encargos tributários são instituídos pelo Poder Público para financiar setores importantes para atender às necessidades da população, tais como saúde, educação, segurança e outros. Esses são direitos garantidos pela Constituição e devem ser providos pelo Governo de forma gratuita.

A arrecadação é feita através de diversos impostos, das mais variadas naturezas e cobrados de pessoas físicas e jurídicas. Porém, de acordo com o interesse do Governo, este pode abrir mão do recebimento de alguns impostos por parte de determinadas empresas, para que esse valor possa ser destinado a projetos relacionados à cultura e programas especiais, tais como alimentação do trabalhador, desenvolvimento tecnológico industrial ou agrícola, desenvolvimento de determinadas regiões, entre outros.

 

 

O principal objetivo dessa renúncia é dar um destino mais nobre ao dinheiro e reconhecer publicamente a importância de promover o devido apoio à situações sociais, econômicas e políticas tão relevantes. A própria Constituição prevê a concessão dos incentivos fiscais, com o intuito de auxiliar no equilíbrio e no desenvolvimento socioeconômico entre todas as regiões do país.

Este é, portanto, o conceito de incentivo fiscal, muito utilizado por grandes empresas para redução na carga tributária e apoio a causas diversas.

 

Como conseguir a redução da carga tributária?

O próprio incentivo fiscal é um meio amplamente utilizado por grandes empresas para fins de redução de carga tributária. Principalmente para aquelas que já trabalhavam com o cumprimento de todas as obrigações, pois de repente determinada taxa não é mais necessária e o dinheiro a ela destinado pode ser utilizado para investimentos mais produtivos: compra de equipamentos, reforma, aumento de salário, etc.

Os incentivos fiscais para redução de carga tributária de uma empresa são concedidos através de Leis, decretos ou medidas provisórias, onde no próprio documento já está definido o destino do valor que será arrecadado.

Além de promover um fôlego no orçamento da empresa, sua participação da mesma em programas de incentivo fiscal reforça sua imagem perante a comunidade ao qual está inserida. Ao destinar parte de sua arrecadação para causas sociais, o empreendedor ganhará pontos no quesito trabalho ético e preocupação com a comunidade.

Vale lembrar que o empresário interessado em redução de carga tributária por meio de incentivos fiscais deve procurar os órgãos públicos de seu município para se informar a respeito. Cada cidade e cada estado possui regras específicas para o ingresso no programa.

Para sobreviver aos obstáculos gerados pela cobrança de impostos, uma empresa deve utilizar como meio de redução da carga tributária a atuação por meio de planejamento. Ou seja, para lidar com todas as questões envolvendo a cobrança de encargos obrigatórios, é necessário contratar uma assessoria de contabilidade especializada ou até mesmo serviços jurídicos.

 

 

Somente profissionais devidamente capacitados saberão organizar as finanças da empresa para cumprir com todas as obrigações fiscais sem incorrer em prejuízos. Além disso, o conhecimento técnico e prático permite que tudo seja feito conforme preceitua a legislação.

Se você gostou do conteúdo deste artigo e deseja saber mais, entre em contato com nossa equipe e tire suas dúvidas sobre redução da carga tributária.

Comentários